Uncategorized

Comer alimentos que promovem inflamação pode piorar a insuficiência cardíaca

By março 4, 2021No Comments

De acordo com uma nova pesquisa desenvolvida por pesquisadores da University of Kentucky, Lexington, pessoas com insuficiência cardíaca que consomem alimentos que causam inflamação têm duas vezes mais chances de acabar no hospital ou morrer, do que pessoas que consomem alimentos conhecidos por reduzir a inflamação.

Mas, em primeiro lugar, você sabe qual a relação entre alimentação e inflamação?

Estudos mostram que alguns alimentos podem provocar uma inflamação de baixo grau no corpo, que acontece quando os chamados tecidos adiposos passam a liberar mediadores inflamatórios em excesso, sem a presença de infecções causadas por traumas ou outros agentes externos. O problema ocorre porque aumentar a produção das substâncias que ajudam a combater a infecção exige muito do organismo, o que pode resultar em cansaço ou dores de cabeça e musculares. E se não tratada, a inflamação pode se tornar crônica e predispor doenças como diabetes, alterações de colesterol e triglicerídeos, obesidade, artrite, entre outras. 

Agora que você já sabe mais a respeito dos alimentos inflamatórios, vamos entender melhor quais são os riscos para quem tem insuficiência cardíaca. 

Os pesquisadores levaram em consideração um estudo anterior, desenvolvido pela mesma equipe, que contou com a participação de 213 pacientes com insuficiência cardíaca que mantiveram, durante 4 dias, diários com anotações de tudo que comiam. As dietas então foram categorizadas usando um índice que classifica os alimentos com base no aumento ou diminuição da inflamação. Após acompanhar os participantes por um ano, os pesquisadores descobriram que aqueles que obtiveram pontuações inflamatórias mais elevadas tinham 2 vezes mais chances de serem hospitalizados ou morrer em comparação com os pacientes com pontuações inflamatórias menores. 

Por essa razão, é muito importante que você fique atento à sua alimentação. Enquanto uma dieta rica em alimentos como carne vermelha, grãos refinados e laticínios com alto teor de gordura aumentam a inflamação, uma dieta com alimentos como azeite de oliva, grãos integrais, frutas e vegetais podem diminuí-la. Ou seja, ao reduzir a quantidade de alimentos pró-inflamatórios, pessoas com insuficiência cardíaca podem aumentar as chances de ter uma boa qualidade de vida.

Gostou do conteúdo? Deixe suas dúvidas nos comentários e continue me acompanhando para saber mais. Até a próxima.